Colinas do Tejo: O rio Tejo, apesar de estar em risco, tem madrinhas e padrinhos

Gaibéu
Seguir

Gaibéu

O Gaibéu é um filho ilegítimo.
Nasceu do amor à escrita, ao jornalismo e à cultura das gentes e da terra.
Gaibéu
Seguir
Esta semana, Mafalda Ramos fala do rio Tejo, seus atentados, mas sobretudo dos seus guerreiros defensores

“À medida que vamos procurando melhores condições de vida nas cidades, perdemos os ritmos orgânicos. Estão a nascer em Portugal espaços como o Colinas Tejo que nos ajudam a recuperar esses ritmos: voltar ao contacto com a natureza conectando-nos com o que nos rodeia, desligando-nos dos ecrãs que nos transportam para um espaço distante. Estes espaços contribuem para a não desertificação das nossas vilas e aldeias e para a preservação dos recursos naturais como o rio e a floresta. Esta será a primeira peça de várias no sentido de contribuir para o desenvolvimento de actividades de preservação da natureza, acarinhando os seus guerreiros defensores, as nossas aldeias e habitantes por todo o país e que os incêndios deste verão nunca mais se repitam!” – Mafalda Ramos

Para escutar a entrevista basta clicar na ligação abaixo

(Clicar no play para ouvir)

Mafalda Ramos foi conhecer o espaço e trabalho pessoalmente. Não viajou a convite do Colinas do Tejo.

Entrevista de Mafalda Ramos - Audio Press Portugal

Comentários

Comentários

Gaibéu

O Gaibéu é um filho ilegítimo. Nasceu do amor à escrita, ao jornalismo e à cultura das gentes e da terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

nine − four =